domingo, 28 de fevereiro de 2010

Inclusão Digital

Desde o início de 2005, foi implantado pelo Governo Federal um projeto de inclusão digital: Computador para todos. Esse projeto é voltado para a classe C e permite a oferta de computador e acesso à Internet a preços subsidiados. O equipamento deve utilizar obrigatoriamente software livre.

A inclusão digital no Brasil surgiu para melhorar as condições de vida das pessoas para aperfeiçoar na tecnologia como forma de democratização, como forma de inclusão para todos. Esse assunto tem sido muito repercutido no Brasil pelas dificuldades encontradas para a implantação.
Incluir uma pessoa digitalmente não apenas "alfabetizá-la" em informática, mas sim fazer com que o conhecimento adquirido por ela sobre a informática seja útil para melhorar seu quadro social. Somente colocar um computador na mão das pessoas ou vendê–lo a um preço menor não é, definitivamente, inclusão digital.

Simone, 32 anos, aprendeu a pouco tempo a mexer com computadores. "Via meus filhos mexendo em tudo e quis aprender mais sobre essa tecnologia", relata a comerciante. Ela faz parte dos muitos brasilienses que buscam cursos de informática para aprender ou mesmo se aperfeiçoar sobre o assunto.


O Governo faz sua parte


O Governo Federal juntamente com o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) – Estão fazendo a implantação de Centros de Inclusão Digital. É uma ação que compõe o Programa de Inclusão Digital do MCT. O Programa constitui-se em um instrumento de promoção da inclusão social, cuja responsabilidade é da Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social (SECIS) e tem como objetivo proporcionar à população menos favorecida o acesso às tecnologias de informação, capacitando-a na prática das técnicas computacionais, voltadas tanto para o aperfeiçoamento da qualidade profissional quanto para a melhoria do ensino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário