quarta-feira, 11 de maio de 2011

Novos escritores ganham espaço nas livrarias

Apesar da pouca idade os jovens estão cada vez mais se interessando pela profissão de escritor, isso é mais uma prova que o nosso país está evoluindo no quesito educação. Mas ser um escritor não é tão fácil, os jovens escritores enfrentam algumas dificuldades para publicar os seus livros. Conversamos com dois jovens escritores, Rafael Zart, 22 anos, já publicou seu primeiro livro, intitulado “Era Noite”, que teve sua 1ª edição lançada em novembro de 2009 e com Natalia Valarini, 26 anos, que ainda não publicou o seu livro.

Rafael começou a escrever quando ainda estava no 2º ano do ensino médio, escreveu alguns capítulos soltos aqui e ali. Então em uma viagem “Rafa” (que é como ele gosta de ser chamado), com seus pais para Lajeado- RS em dezembro de 2008, ele escreveu os três primeiros capítulos do Era Noite, anos depois dos primeiros rabiscos, mas desde então não parou mais, foram 10 meses de muitas canetas, cadernos e digitações.
Quanto ao tema escolhido, Rafa explica. “ O livro é um romance com uma puxada para um lado mais sobrenatural, a influência não veio do mercado que hoje está tão repleto de publicações do tema. Quando eu comecei a escrever, essa febre não havia tomado as livrarias ainda”.

O livro de Rafa foi também o seu TCC na faculdade, então ele precisava fazer algumas cópias dele, para estudar o processo de encadernação, escolha de formatos. Resolveu fazer um lançamento e um número maior de cópias. Pouco tempo depois enviou o original do seu livro para uma editora que tinha uma forma diferente de trabalhar com os escritores. Após dois meses recebeu um contato da editora informando que o original havia sido aprovado, acertaram o contrato e os exemplares foram publicados.
Em março desse ano o livro foi relançado pela Editora Multifoco, os livros são vendidos a R$ 45,00. Rafa Zart está escrevendo a continuação do Era noite, que se chamará Abriu os Olhos, que é a segunda parte da trilogia que deve ser finalizada até o final de 2011. Rafa afirma. “A trama vai envolver e relacionar os três livros e já está bem encaminhada, mas até terminar o terceiro ainda tem bastante chão pela frente”. Além de escritor Rafa é publicitário e fotógrafo.


Rafa autografa o livro no seu primeiro lançamento, em novembro de 2009. Foto: Natália Araújo

Natalia Valarini sempre gostou de escrever em blogs e daí veio a inspiração para criar crônicas e romances. Então decidiu que este material não precisava ficar restrito ao virtual e há cerca de um ano está trabalhando em seu livro que pretende contar histórias que acontecem todos os dias com amigos, conhecidos, vizinhos, desconhecidos, amor, sexo, desencontros, morte, vida, procrastinação, superação e historias 'reais'. Natalia vê como dificuldade o caminho a ser percorrido para chegar até as editoras e, assim, ter sua obra nas 'ilhas' das grandes livrarias. Como está em fase de edição ainda não procurou por editoras, mas assim que estiver em fase de finalização começará a procurar contatos. Como próximos projetos Natalia, afirma que pretende terminar este projeto e continuar mostrando suas idéias por meio dos livros.

A Câmara Brasileira de Jovens Escritores (CBJE) possui um programa para os novos escritores. Eles oferecem preços mais baratos para pequenas tiragens de livros (até 30 exemplares) com boa qualidade gráfica. Assim, o novo escritor pode ir pedindo edições de acordo com sua condição financeira. Para saber mais sobre o projeto acesse:
http://www.camarabrasileira.com/assessoria.htm

Um comentário:

  1. Olá!

    Além da CBJE, algumas editoras pequenas têm demonstrado interesse pelo trabalho dos novos autores. Pretendo procurá-las, assim que estiver com o livro 'no ponto'.

    Gracias por ter me convidado a participar da matéria! ;)

    ResponderExcluir