terça-feira, 31 de janeiro de 2012

A guardiã da minha irmã

“A guardiã da minha irmã”, no título original “My sister´s keeper” foi o livro que inspirou o filme “Uma prova de amor”. Se você já viu o filme e chorou muito, prepare-se para chorar o triplo lendo o livro.
Anna Fitzgerald, a personagem central, é uma adolescente de 13 anos que, desde que nasceu, sofreu diversos procedimentos médicos para salvar a vida da irmã Kate, que tem câncer. Após muitos anos de tratamento, Kate tem insuficiência renal e a mãe delas, Sara, pede a Anna que doe um rim para a irmã. Cansada de tantas agulhadas e internações, e agora, obrigada a doar um rim para ajudar Kate, Anna contrata o advogado Campbell Alexander, e abre um processo contra os pais para obter emancipação médica e poder decidir sobre o que fazer com seu próprio corpo.   
 
O livro é escrito na visão de seis personagens: Anna, Sara, Brian (pai), Jesse (irmão mais velho), Campbell e Julia (Guardiã ad litem escolhida para ajudar Anna no processo contra os pais).
Kate só aparece em 3ª pessoa no livro, mas tem uma razão muito linda para isso. Vocês verão se lerem.

Algumas diferenças entre o livro e o filme:
  • Jesse é o irmão mais velho no livro. No filme ele parece ser o mais novo, ou quase da mesma idade de Anna;
  • No livro existe a Julia, no filme não;
  • No filme a juíza é uma mulher, no livro, um homem;
  • E o mais legal de tudo: O final do livro é outro completamente diferente do filme.

As coisas que mais gostei é que os personagens tem particularidades muito interessantes que não foram abordadas no filme. Eu não imagino o por que do diretor do filme “Uma prova de amor” ter mudado o final, mas se foi para que as pessoas comprassem o livro e se surpreendessem, acertou.

É um ótima leitura. Emociona até aqueles que não choram, acredite.


"Jesse está errado - Eu não vim ver Kate porque isso faria eu me sentir melhor. Eu vim porque sem ela, é difícil lembrar quem eu sou."
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário