quinta-feira, 3 de maio de 2012

O que te espera...

Quantos te disseram que não deveria? Quais foram os que não apoiaram? Quem disse que não era pra você?

Tantos falando e tão poucos sentindo. Lembra daquele? O pequeno por fora e gigante por dentro, que mesmo ficando tão pouco, te fez sentir gigante, como ele. E aquele outro? que de tão rápido tu só lembra o nome? Tem aquele que ficou por anos, te magoando sem saber, mas no fim você sempre o perdoa, porque há algo nele tão apaixonante que nem você sabe explicar. Teve aquele que te viu muito menina, debilitada, lembra desse? Quanta doçura nas palavras. E o outro que só te viu mulher, guerreira, lutando para que o dia seguinte fosse tão perfeito quanto o anterior. O que nem te viu. O que ainda não viu. O que nem te vê. O que espera ver.

E você aí, guardando aquela frase para o "para sempre". Eu te amo? Tu sabes que não. Essa você já falou não lembra? Ah é mesmo, não era de verdade. Que pena! Dói? Sério? Não sabia que se arrependia. É bom né? Sim, é bom se arrepender. Mostra que você se preocupa. Ele vai ficar bem, tenho certeza que nem lembra mais de ti. Horror? Por que? Tu também nem se lembrava dele. É. Até agora. Levanta a cabeça, para de chorar. Ele e todos os outros estão felizes, eu estou te garantindo isso.

É, eu sei que você se apaixonou por aquele outro. O sorriso? Sim, eu também adoro o jeito como ele sorri. O abraço te doía mais do que a ausência, é, eu também sei disso. Sei que é difícil não procurá-lo, ah como sei! Mas ele recebe tuas orações. Sabendo ué, me contaram.
Mas agora chega. Dorme pequena. Isso, fecha os olhos e se lembra só do que foi bom. Eu vou ficar aqui. Não, não vou embora, eu prometo. To trabalhando por você agora. Não quero que se preocupe com mais nada. Eu farei você dizer essa frase que você ensaia há anos.

Dorme pequena, o que está por vir é ainda mais lindo do que você sonha.

D.

Nenhum comentário:

Postar um comentário